17 — 04 — 2015
17 — 04 — 2015
19h00 / Paróquia de Santa Joana Princesa / Auditório

As rotinas dos pacientes de um hospital psiquiátrico, corredores, cigarros, conversas. No hospital Conde Ferreira filmado por Jorge Pelicano ecoa por momentos o asilo de San Clemente visto por Raymond Depardon há mais de trinta anos. No entanto a entrada em cena do actor Miguel Borges, assumindo o papel do alienado, cria um jogo de espelhos perturbante entre a câmara, o actor e os não-actores e o espectador.

Pára-me de Repente o Pensamento
Jorge Pelicano
(2014, Portugal, 98’)

Cigarrinho, cafezinho. Moedinha, outro cafezinho. Utentes vagueiam pelos corredores. Circulam sós. Dormitam nos bancos do jardim. A espera. Mais uma pausa, um cigarro que morre. Vive-se a duas velocidades no hospital psiquiátrico Conde de Ferreira, no Porto. Ora momentos de inércia, ora ápices de euforia.



Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail to someone
APORDOC
Casa do Cinema
Rua da Rosa, 277, 2º
1200-385 Lisboa
Portugal

CONTACTOS
+351 218 883 093
+351 938 701 690
producao@panorama.org.pt
comunicacao@panorama.org.pt